As mais belas frases da MPB



“Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito…” (“Canção da América”, Milton Nascimento/Fernando Brant)

“Você corta um verso, eu escrevo outro você me prende vivo, eu escapo morto…” (“Pesadelo”, Maurício Tapajós/Paulo César Pinheiro)

“É melhor ser alegre que ser triste alegria é a melhor coisa que existe …” (“Samba da Benção”, Baden Powell/Vinicius de Moraes)

“Como pode querer que a mulher vá viver sem mentir…” (“Dom de Iludir”, Caetano Veloso)

“Dói mais teu silêncio que tua agressão…” (“Esquece e Vem”, Nico Rezende)

“Pra que ficar juntando os pedacinhos do amor que se acabou Nada vai colar, nada vai trazer de volta a beleza cristalina do começo e os remendos pegam mal Logo vão quebrar…” (“Pedacinhos”, Guilherme Arantes)

“Ando devagar porque já tive pressa levo esse sorriso porque já chorei demais…” (“Tocando em Frente”, Renato Teixeira/Almir Sater)

“Eu queria querer-te amar o amor construir-nos dulcíssima prisão encontrar a mais justa adequação tudo métrica e rima e nunca dor…” (“O Quereres”, Caetano Veloso)

“…e quando sinto que teus braços se cruzaram em minhas costas desaparecem as palavras outros sons enchem o espaço você me abraça, a noite passa e me deixas louca…” (“Me Deixas Louca”, de Armando Manzanero versão de Paulo Coelho)

“…perder o vazio é empobrecer…” (“Confesso”, Ana Carolina/Totonho Villeroy)

“O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia…” (“O Amor Quando Acontece”, João Bosco/Abel Silva)

“Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar que tudo era pra sempre sem saber que o “pra sempre” sempre acaba..” (“Por Enquanto”, Renato Russo)

“…vou querer amar de novo e se não der não vou sofrer já não sonho, hoje faço com meu braço o meu viver…” (“Travessia”, Milton Nascimento/Fernando Brant)

“Já não tenho dedo pra contar de quantos barrancos despenquei e quantas pedras me atiraram ou quantas atirei tanta farpa, tanta mentira tanta falta do que fazer nem sempre é ‘so easy’ se viver…” (“Tudo Bem”, Lulu Santos)

” …e embora eu já conheça bem os seus caminhos me envolvo e sou tragado pelos seus carinhos e só me encontro se me perco no seu corpo…” (“Seu Corpo”, Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

“Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar no sonho que se tem ou que seus planos nunca vão dar certo ou que você nunca vai ser alguém…” (“Mais Uma Vez”, Renato Russo)

De repente você põe a mão por dentro e arranca o mal pela raiz você sabe como me fazer feliz…” (“Alma Gêmea”, Peninha)

“A vida vem em ondas como um mar…” (“Como Uma Onda”, Lulu Santos/Nelson Motta)

“Não existe saudade mais cortante que a de um grande amor ausente dura feito um diamante corta a ilusão da gente…” (“Entre a Serpente e a Estrela”, de Paul Fraser/Terry Stafford, versão Zé Ramalho/Aldir Blanc)

“Eu sei que vou te amar por toda a minha vida eu vou te amar em cada despedida eu vou te amar desesperadamente, eu sei que vou te amar…” (“Eu Sei Que Vou Te Amar”, Tom Jobim/Vinícius de Moraes)

“Se você não voltar o que faço da vida não sei mais procurar a alegria perdida eu nem sei bem por que terminou tudo assim ah!se eu fosse você eu voltava pra mim”. (“Pra Voce”, Sílvio César)

“É duro ficar sem você vez em quando, parece que falta um pedaço de mim…” (“De Volta Para o Aconchego”, Dominguinhos/Nando Cordel)

“Só uma palavra me devora aquela que meu coração não diz só o que me cega, o que me faz infeliz é o brilho do olhar que não sofri…” (“Jura Secreta”, Sueli Costa/Abel Silva)

“Você me tem todo dia mas não sabe se é bom ou ruim mas saiba que eu estou em você mas você não está em mim…” (“Guita”, Raul Seixas/Paulo Coelho)

“Começaria tudo outra vez Se preciso fosse, meu amor…” (“Começaria Tudo Outra Vez”, Gonzaguinha)

“Entre por essa porta agora e diga que me adora você tem meia hora prá mudar a minha vida…” (“Vambora”, Adriana Calcanhoto)

“Eu desisto, não existe a manhã que eu perseguia…” (“Universo no Teu Corpo”, Taiguara)

“Você me deixa a rua deserta quando atravessa e não olha pra trás…” (“Você é Linda”, Caetano Veloso)

“Veja bem! é o amor agitando o meu coração há um lado carente dizendo que sim e essa vida dá gente gritando que NÃO” (“Grito de Alerta”, Gonzaguinha)

“Tire o seu sorriso do caminho que eu quero passar com a minha dor…” (“A Flor e o Espinho”, Nelson Cavaquinho/Guilherme de Brito/Alcides Caminha)

“Quero sua risada mais gostosa esse seu jeito de achar que a vida pode ser maravilhosa…” (“Vitoriosa”, Ivan Lins/Vítor Martins)

“Se todos fossem iguais a você que maravilha viver…” (“Se Todos Fossem Iguais a Você”, Tom Jobum/Vinícius de Moraes)

“Vem me trazer o sol vem me livrar do abandono meu coração não tem dono vem me aquecer nesse outono…” (“Noites Com Sol”, Flávio Venturini/Ronaldo Bastos) .

“Esse seu olhar Quando encontra o meu Fala de umas coisas Que eu não posso acreditar…” (“Esse Seu Olhar”, Tom Jobim)

“Eu quero olhar as luzes que teus olhos não me têm deixado ver agora eu vou viver…” (“Uma Louca Tempestade”, Totonho Villeroy/Bebeto Alves)

“Como posso te esquecer? se o teu cheiro está em mim…” (“Seu Nome”, Piska/Biafra)

“Você sabe o que é ter um amor, meu senhor? ter loucura por uma mulher e depois encontrar esse amor, meu senhor, ao lado de um tipo qualquer?…” (“Nervos de Aço”, Lupicínio Rodrigues)

“Quero a vida sempre assim com vc perto de mim até o apagar da velha chama” (“Corcovado”, de Tom Jobim)

“Muito prazer, vamos dançar que eu vou falar no seu ouvido coisas que vão fazer você tremer dentro do vestido…” (“Rua Ramalhete”, Tavito/Ney Azambuja) .

“Se eu tiver que me perder que seja em você se eu tiver por que sorrir que seja por você se acontecer a dor, que seja por amor…” (“Aquele Beijo”, Tavito/Ney Azambuja)

“Perigo é ter você perto dos olhos mas longe do coração…” (“Perigo”, Nico Rezende/Paulinho Lima)

“Quem dera ser um peixe para em teu límpido aquário mergulhar…” (“Borbulhas de Amor”, de Juan Luiz Guerra, versão de Fagner)

“Pra você eu guardei um amor infinito pra você procurei o lugar mais bonito pra você eu sonhei o meu sonho de paz pra você me guardei demais, demais…” (“Pra Você”, Sílvio César)

“Quando um certo alguém desperta um sentimento é melhor não resistir e se entregar…” (“Um Certo Alguém”, Lulu Santos)

“Na paz do seu sorriso meus sonhos realizo…” (“Na Paz do Seu Sorriso”, Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

“Quem espera que a vida seja feita de ilusão.. pode até ficar maluco ou morrer na solidão é preciso ter cuidado, pra mais tarde nao sofrer.. é preciso saber viver…” (“É Preciso Saber Viver”, Roberto e Erasmo Carlos)

“Pra que mentir, se tu ainda não tens a malícia de toda mulher?…” (“Pra Que Mentir”, Noel Rosa/Vadico)

“Eu te amo calado, como quem ouve uma sinfonia de silêncios e de luz…” (“Certas Coisas”, Lulu Santos e Nelson Motta)

“Vem me fazer feliz porque eu te amo você deságua em mim e eu oceano e esqueço que amar é quase uma dor…” (“Oceano”, Djavan)

“Quando um certo alguém desperta o sentimento é melhor não resistir e se entregar…” (“Um Certo Alguém”, Lulu Santos)

“A mão que toca um violão se for preciso faz a guerra, mata o mundo, fere a terra…” (“Viola Enluarada”, Marcos Valle/Paulo Sérgio Valle)

“Nosso amor não dura nada mas há de dar um poema que transformarei num samba quando a gente se deixar…” (Pressentimento”, Paulinho da Viola)

“Ainda vai levar um tempo pra fechar o que feriu por dentro…” (“Assim Caminha a Humanidade”, Lulu Santos)

Você é meu caminho meu vinho, meu vício…” (Meu Bem, Meu Mal” Caetano Veloso)

“Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu…” (“Roda Viva”, Chico Buarque)

“Procuro um amor que seja bom pra mim vou procurar, eu vou até o fim…” (“Segredos”, Roberto Frejat)

“Tristeza não tem fim Felicidade sim…” (A Felicidade, Vinícius de Moraes/Antônio Carlos Jobim)

“…eu não queria a juventude assim perdida eu não queria andar morrendo pela vida eu não queria amar assim como eu te amei…” (“Hoje”. Taiguara)

“Meu coração, Não sei por que, Bate feliz, Quando te vê…” (“Carinhoso”, Pixinguinha/Braguinha)

“Hoje eu quero o amor, o amor mais profundo eu quero toda a beleza do mundo para enfeitar a noite do meu bem…” (“A Noite de Meu Bem”, Dolores Duran)

“Já conheço os passos dessa estrada sei que não vai dar em nada seus segredos sei de cor já conheço as pedras do caminho, e sei também que ali sozinho, eu vou ficar tanto pior…” (“Retrato em Branco e Preto”, Chico Buarque)

“Enquanto os homens exercem seus podres poderes morrer e matar de fome, de raiva e de sede são tantas vezes gestos naturais…” (“Podres Poderes”, Caetano Veloso)

“Não quero ficar na tua vida como uma paixão mal resolvida dessas que a gente tem ciúme e se encharca de perfume faz que tenta se matar…” (“Paixão”, Kleiton/Kledir)

“Eu vejo o futuro repetir o passado eu vejo um museu de grandes novidades o tempo não pára…” (“O Tempo Não Pára”, Cazuza/Arnaldo Brandão)

“…mas quem sofre sempre tem que procurar pelo menos vir achar razão para viver…” (Azul da Cor do Mar”, Tim Maia)

“Queixo-me às rosas, mas que bobagem as rosas não falam simplesmente as rosas exalam o perfume que roubam de ti, ai…” (“As Rosas Não Falam”, Cartola)

“Eu vou te dar a decisão: botei na balança e você não pesou botei na peneira e você não passou…” (“Mora na Filosofia”, Monsueto/Arnaldo Passos)

“Porque você me deixa tão solto? porque você não cola em mim? tô me sentindo muito sozinho…” (“Sozinho”, Peninha)

“Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante (…) Do que ter aquela velha opinião Formada sobre tudo…” (“Metamorfose Ambulante”, Raul Seixas)

“Tens uma beleza infinita e a boca mais bonita que a minha já tocou…” (“Paixão”, Kleiton/Kledir)

“…fura o dedo, faz um pacto comigo…” (“Mais Feliz”, Bebel Gilberto/Cazuza/Dé)

“…longe se vai sonhando demais…” (“Eu, Caçador de Mim”, Luiz Carlos Sá/Sérgio Magrão)

“…que contradição só a guerra faz nosso amor em paz…” (“A Paz”, Gilberto Gil/João Donato)

“Eu limpei minha vida, te tirei do meu corpo te tirei das entranhas fiz um tipo de aborto e por fim nosso caso acabou, está morto…” (“Bilhete”, Ivan Lins/Vitor Martins)

“Prá que mentir fingir que perdoou tentar ficar amigos sem rancor a emoção acabou que coincidência é o amor a nossa música nunca mais tocou…” (Codinome Beija-Flor”, Cazuza/Ezequiel Neves/Reinaldo Arias)

Olha você tem todas as coisas que um dia eu sonhei prá mim a cabeça cheia de problemas não me importo, eu gosto mesmo assim (“Olha”, Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

“É a sua vida que eu quero bordar na minha como se eu fosse o pano e você fosse a linha…” (“A Linha e o Linho”, Gilberto Gil)

“Não consigo dizer se é bom ou mal assim como o ar me parece vital onde quer que eu vá e o que quer que eu faça sem você não tem graça…” (“Fogo”, Dinho Ouro Preto/Bozzo Barretti)

“…o amor da gente é como um grão uma semente de ilusão tem que morrer pra germinar…” (“Drão”, Giberto Gil)

“Perigo é ter você perto dos olhos mas longe do coração…” (“Perigo”, Nico Rezende/Paulinho Lima)

“É tão difícil olhar o mundo e ver o que ainda existe pois sem você meu mundo é diferente minha alegria é triste…” (“As Canções Que Você Fez Prá Mim”, Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

2010-2017 Grandes Mensagens · O conteúdo deste site está licenciado sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional ·