R. R. Soares, nasceu em Muniz Freire e é um tele-evangelista brasileiro, fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus. Confira agora algumas frases dele que selecionamos para você colocar no Msn, Orkut, Twitter, Facebook ou enviar para quem você quiser.

“Aquilo que você diz invariavelmente torna-se no que você será ou terá. Falar em fracasso, comentar o quanto você sofre, confessar o que o mal está lhe fazendo, é dar aos poderes das trevas o senhorio da sua vida. As suas palavras farão de você um vencedor ou um derrotado. São as nossas palavras que nos darão saúde, ou que nos manterão enfermos. Os sintomas não significam que você já esteja doente. Quando você fala dos seus sofrimentos e dissabores… você faz com que o inimigo tenha mais força e controle sobre a sua vida. Quem confessa isso está semeando as piores sementes da destruição. Quando o diabo lhe trouxer qualquer sintoma de doença ou de qualquer outra coisa, recuse receber e resista-lhe usando a Palavra do Senhor. Assim, você não ficará enfermo. É impossível alguém confessar fracassos e derrota e viver vitoriosamente. Não adianta ficar orando, jejuando e pedindo ao Senhor que o vença (o diabo) por você”. (R.R.Soares, A Sua Saúde Depende do que Você Fala, pp. 5,6,9,10,42,43).

Não tenha medo de declarar aquilo que Deus fala a seu respeito. Josué não teve, ele disse Sacerdotes preparem a buzina, entrem no Jordão, o Jordão estava transbordando as suas margens porque era [Continua]”
R. R. Soares

Lembre-se das Palavras de Deus, confesse positivo, e você vencerá.”
R. R. Soares

Façamos um resumo da doutrina apresentada por R. R. Soares:

1) Não é Deus quem cura.
2) A ocorrência de milagres não é responsabilidade de Deus.
3) É inútil ficar esperando por Deus.
4) O crente não precisa de fé para exigir o que é seu.
5) O crente deverá simplesmente exigir seus direitos em Cristo.
6) Colocar-se à mercê da vontade de Deus anula a oração.
7) A cura não decorre da misericórdia de Deus, mas do direito a que fizemos jus, o qual deve ser exigido.
8) Basta exigir que o mal saia do corpo, sem necessidade de orar ou jejuar, ou pedir oração a qualquer pessoa.
9) As doenças que os crentes julgam ter são apenas sintomas.
10) Quem fala de seus sofrimentos e dissabores está semeando as piores sementes da destruição.

Só fale o que presta, porque tudo que você diz acontece.”
R. R. Soares

Faça da Palavra de Deus a sua confissão, comece a crer que você está incluído em toda promessa de Deus. Comece a confessar a sua promessa e haja o que houver não tenha medo, não arrede seu pé,[Continua]”
R. R. Soares

“Quem se cadastrar ganha um brinde de Jesus.”
R R Soares – Frase do líder da Igreja Internacional da Graça, que acaba de lançar uma nova modalidade de coleta de dízimo, por meio de débito automático em conta-corrente.

É errada a idéia que “o Senhor Deus é quem cura, e que Ele é o responsável para que os milagres ocorram. Enquanto você esperar que Ele venha curá-lo, provavelmente continuará sofrendo. Se você descobre que certa coisa é sua, você não precisará de nenhuma fé para exigir aquilo que sabe que é seu. Você simplesmente tomará posse do que é seu. Você deve exigir o cumprimento do seu direito imediatamente e, logicamente, ficar curado. Você deve exigir os seus direitos em Cristo. Usar a frase ‘se for a Tua vontade’ em oração pode parecer espiritual, e demonstrar atitude piedosa de quem é submisso à vontade do Senhor, mas além de não adiantar nada, destrói a própria oração. Não é pela misericórdia de Deus que você poderá ser curado, mas sim que você tem o direito de exigir a sua cura. É só você crer no que o Senhor declara e exigir a Sua bênção (exigir de Deus a bênção), ordenando ao mal que saia do seu corpo. Você não precisa orar, jejuar ou pedir a quem quer que seja para orar por você. Segundo estas declarações (Is 53.4,5) você pode ter certeza absoluta que Deus já o curou. Você é o único responsável por sua cura. Você deve exigir o cumprimento do seu direito imediatamente e, logicamente, ficar curado” (R.R.Soares, “O Direito de Desfrutar Saúde”, pp. 6,7,8,10,17-19,23,31).

“Usar a frase ‘se for a Tua vontade’ em oração pode parecer espiritual, e demonstrar atitude piedosa de quem é submisso à vontade do Senhor, mas além de não adiantar nada, destrói a própria oração (R.R.Soares, livro O Direito de Desfrutar Saúde, p. 11, citado por Paulo Romeiro, Supercrentes, p.37).